terça-feira, 3 de agosto de 2010


Eu não me acostumo sem seus beijos
E não sei viver sem seus abraços
Aprendi que pouco tempo é muito
Se estou longe dos seus braços
E por isso eu te procuro tanto
E te telefono a toda hora
Pra dizer mais uma vez "te amo"
Como estou dizendo agora

6 comentários:

Ava disse...

Adooooro!

Voce poeta... romântico...

Lindo demais!

Beijos meus!

angela disse...

O poema do Roberto é bonito, mas a foto....é no mínimo inspiradora.

Rosana disse...

Não me acostumo sem os seus beijos, sem seus abaços, sem seus carinhos, por isso sempre o quero mais e mais perto de mim, bem cuidado em meu coração, beijos, beijos amor meu...


Sua Morena!

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

Olá,Olavo!

Doce poesia e quente a imagem!!

Gostei demais!!

Um beijinho!

Sonia Regina.

euemmim disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Li disse...

Quanto romantismo!!!!
Isso é viver!
Beijinhos
Li